Educação e tecnologia: como novos recursos digitais contribuem para o ensino remoto


A suspensão das aulas presenciais nas redes públicas e particulares de educação, imposta pela quarentena, aumentou o uso de ferramentas voltadas ao ensino remoto. Para alguns, ainda é preciso adaptar-se às tecnologias ou mesmo conseguir acesso, para outros, o desafio está em aprender como explorá-las com mais eficácia. Diferenças a parte, o fato é que o universo digital apresenta uma infinidade de possibilidades, que vão muito além das páginas especializadas em educação, quando o assunto são recursos que ajudam a ampliar o conhecimento e a potencializar o processo de ensino-aprendizagem, mesmo que a distância.

Para ajudar os interessados em conhecer um pouco melhor as tendências mais atuais nesse sentido, a especialista Daniela Picolo, docente do Senac Bertioga, separou algumas dicas. Confira.

A hora e a vez dos podcasts

Os podcasts - arquivos digitais de áudio transmitidos via internet - estão em alta entre os brasileiros e registraram aumento de 67% no consumo, em 2019, segundo pesquisa da plataforma de streaming Deezer. Essa mudança de hábito também favorece a rotina de estudos, já que se torna mais uma ferramenta de acesso à informação. “Os podcasts estão em toda parte atualmente: nos portais de notícias da grande imprensa, nas páginas de autoridades e especialistas em diferentes assuntos, e até mesmo empresas e instituições aderiram ao formato para levar informação de seu nicho de atuação para o público que deseja impactar. Então, quando estiver estudando um determinado tema, vale procurar nos buscadores de internet e, principalmente, nas plataformas de áudio, como o próprio Deezer e o Spotify, para verificar os podcasts existentes sobre o assunto e experimentá-los, avaliar diversos aspectos como a usabilidade, funcionalidade, forma de acesso e até o layout ”, orienta Daniela.


Coadjuvante, mas não menos importante

Outro movimento importante observado atualmente no que se refere a conteúdo digital é o crescimento na audiência das lives – termo em inglês utilizado para programas ou eventos transmitidos em tempo real, normalmente pela TV ou internet. Popularizado na quarentena pelas apresentações musicais de artistas, o formato vai muito além disso e pode trazer boas contribuições para o processo de estudo. “Essas transmissões podem trazer discussões de assuntos diversos e oferecem um amplo leque de possibilidades. Aproveitar a onda para acessar conteúdo dessa natureza pode ser uma boa opção para quem estuda em casa”, sugere Daniela. “Mas é importante ficar de olho na credibilidade e veracidade do conteúdo, ou seja, confie no conteúdo de lives apresentadas por especialistas e/ou em canais reconhecidamente sérios”, alerta.




Organização: tão importante quanto os recursos tecnológicos

O acesso à tecnologia e à internet certamente facilitam o processo de ensino-aprendizagem, mas há outros meios que favorecem essa relação. Para os alunos, Daniela diz que “ focar na organização pessoal utilizando-se de agendas físicas ou digitais no planejamento dos momentos de estudo dentro da rotina diária, semanal, mensal e/ou anual evita distrações ao acessar os variados recursos tecnológicos dos quais dispomos na atualidade e ajuda na busca por informações mais focadas, alinhadas com o contexto daquilo que está sendo estudado”. Aos professores, a especialista acrescenta: “trabalhar frequentemente na busca de novas possibilidades, desenvolvendo as habilidades e competências, fomentando a interatividade para ampliação do repertório de práticas educacionais é bastante eficaz e importante para quem assume esta função, especialmente quando se está distante”.

Ainda para aqueles que assumem a tarefa de ensinar, ela reforça que não existe apenas uma boa metodologia, há uma série delas. “É preciso buscar a inclusão, o acesso, a variabilidade de práticas, considerar diferentes formatos de entrega e interação, pensando na variável de público e nas limitações, especialmente, além de buscar o monitoramento mais saudável e eficaz de todo processo e fazer uma avaliação contínua”.




Paciência

Segundo a educadora, o fundamental é ter em mente que tudo que é novo precisa de um tempo para adaptação até que apresente seus benefícios ou efeitos. “Novos formatos de estudos exigem paciência, empenho, comprometimento e disciplina para que o processo de aprendizagem seja dinâmico, interessante, fluido, criativo e tenha aplicabilidade”, explica Daniela.

Um roteiro resumido

·      Acesse Podcast e/ou apps para complementar os conhecimentos;
·      Use uma agenda para organizar as tarefas;
·      Explore conteúdos em diversos meios: em vídeos, revistas especializadas, livros e até em grupos de redes sociais;
·      As lives estão em alta, aproveite a onda.





Senac Bertioga
Endereço: Rua Pastor Djalma da Silva Coimbra, 20 – Dentro do Sesc Bertioga – Bertioga - SP




Missão Beleza - Tudo sobre makes, moda e esmaltes © 2011 | Layout by Popíssima. Some Rights Reserved. Powered by Blogger